Ai Jazus: “visão estratégica” e “impulso reformista”

Ai Jazus: “visão estratégica” e “impulso reformista”

Apontar como exemplo a “visão estratégica” de Guterres, que terminou no famoso pântano, ou o “impulso reformista” de Sócrates, que terminou num humilhante resgate internacional, é capaz de não ser grande ideia.

Eu percebo, o combate interno e fratricida precisa de munições, mas relembro que foi assim que o grande general Pirro, depois de mais uma vitória em que perdeu uma parte significativa do seu exército, disse: “Mais uma vitória destas e estou tramado!”

About author

Related Articles

Deixar uma resposta